RAMPAS EM CONCRETO ARMADO (PEDESTRES)

croquis_oscar_4

construcoesbrasilia_2010_f_016

.

HISTÓRICO

Com o desenvolvimento das grandes civilizações como Mesopotâmia, Egito, Grécia e Roma, a humanidade desenvolveu e produziu engenharias e tecnologias que moldaram não apenas a arquitetura, mas a cultura e identidade dos povos de todo o planeta. Essas tecnologias se desenvolveram a partir do pensamento lógico e do estudo da geometria e que trouxeram muitas soluções úteis para os desafios dos nossos antepassados, entre elas a rampa.

Leia mais…

Anúncios
Categorias:Sem categoria

VÍDEO – REPRESENTAÇÃO DE ESCADA

Esse video é para iniciantes que ainda estão aprendendo a representar uma escada simples em 2D a partir do 3D. Observem a projeção do desenho e a animação por pavimentos:

Orientador: Prof. Arq. Juliano Vasconcellos
Acad: Rodrigo Noronha

Categorias:Vídeos Tags:, ,

LAJES NERVURADAS

Luminária posicionada para aproveitar o efeito plástico da laje nervurada.
Foto: Arq. Eduardo Galvão. [via]

O QUE É?

Uma laje nervurada é constituída por um conjunto de vigas que se cruzam, solidarizadas pela mesa. Esse elemento estrutural tem comportamento intermediário entre o de laje maciça e o de grelha.

Segundo a NBR 6118:2003, lajes nervuradas são “lajes moldadas no local ou com nervuras pré-moldadas, cuja zona de tração é constituída por nervuras entre as quais pode ser colocado material inerte.”

Tipos de lajes nervuradas:

  • Moldadas no local ou com molduras pré-fabricadas;
  • Mesa única ou caixão perdido;
  • Com ou sem capitéis e/ou vigas-faixa.

Leia mais…

Categorias:Superfícies Tags:,

LAJES PRÉ-FABRICADAS: VIGOTA E TAVELA

22 de maio de 2012 5 comentários

Projeto residencial dos arquitetos Léa Japur e Jean Grivot
Projeto residencial dos arquitetos Léa Japur e Jean Grivot [via]

.

O QUE SÃO LAJES PRÉ-FABRICADAS?

São denominadas lajes pré-fabricadas todas aquelas cujas partes constituintes são fabricadas em larga escala por indústrias. Existem diversos tipos, sendo as mais  usadas as lajes com vigotas treliçadas e as com vigotas de concreto armado.

.

O QUE É VIGOTA E TAVELA?

As vigotas de concreto armado têm seção de concreto usualmente formando um “T” invertido, com armadura passiva totalmente englobada pelo concreto da vigota. As vigotas treliçadas são constituídas por uma armadura em forma de treliça parcialmente englobada pelo concreto da vigota, cujo banzo inferior é envolto por uma placa de concreto estrutural, formando um conjunto pré-moldado de boa resistência e fácil manuseio. Posteriormente, em conjunto com o concreto, formarão as nervuras longitudinais da laje.

Os elementos de enchimento são componentes pré-fabricados de materiais inertes diversos, podendo ser maciços ou vazados, sendo mais comuns as tavelas de cerâmica ou de EPS. Elas são colocadas entre as vigotas, com a função de reduzir o volume de concreto e o peso próprio da laje (se comparada com a laje maciça), além de servir como fôrma para o concreto de capeamento. Possuem as faces inferior e superior planas e nas laterais, abas de encaixe para apoio, que devem ser compatíveis com as dimensões das vigotas para permitir o nivelamento da laje e evitar a fuga do concreto durante a concretagem.

O concreto de capeamento serve, por sua vez, não só de proteção à armadura, devido a sua natureza alcalina, mas também de elo de ligação entre a zona comprimida e a tracionada. No caso de momentos negativos, essa região estará submetida a tensões de compressão e, portanto, a qualidade do concreto é de suma importância para a resistência da laje.

Leia mais…

Categorias:Superfícies Tags:

LAJES MACIÇAS DE CONCRETO ARMADO

O QUE É?

.

Oscar Niemeyer: Cassino da Pampulha, Belo Horizonte,

Oscar Niemeyer: Cassino da Pampulha, Belo Horizonte (1940-42)

As lajes são elementos estruturais laminares planos, solicitados predominantemente por cargas normais ao seu plano médio. Nas estruturas laminares planas, predominam duas dimensões, comprimento e largura, sobre a terceira que é a espessura. Geralmente, nas estruturas correntes, as lajes são retangulares, mas podem ter forma trapezoidal ou em L. Nos edifícios usuais, as lajes maciças têm grande contribuição no consumo de concreto: aproximadamente 50% do total.

[Lembrando: Concreto é basicamente o resultado da mistura de cimento, água, pedra e areia, sendo que o cimento ao ser hidratado pela água, forma uma pasta resistente e aderente aos fragmentos de agregados (pedra e areia), formando um bloco monolítico.]

. Leia mais…

Contrapiso versus laje de concreto armado

17 de novembro de 2011 Deixe um comentário

Neste primeiro artigo do nosso Catálogo Digital de Detalhamento da Construção, vamos começar com o básico de representação de superfícies. É muito comum vermos os estudantes de início de curso representando em corte todos os elementos da mesma maneira. Porém, a superfície que está apoiada sobre o solo (contrapiso) na maioria absoluta das vezes não deve ser representada da mesma forma que as lajes de concreto armado. O texto abaixo da professora Caroline Kehl especifica mais como isso deve ser trabalhado tanto na representação quanto na execução desses elementos construtivos.
Prof. Juliano Vasconcellos

O contrapiso é uma camada de argamassa lançada sobre uma base para eliminar suas irregularidades e/ou corrigir o caimento do piso. Sobre o contrapiso é colocado o revestimento definitivo.

Leia mais…

Bem-vindos ao CDDC!


Detalhe da estrutura de cobertura do Bercy 2 Shopping Centre (projeto de Renzo Piano)

Olá pessoal!

Este é o post de estreia do mais novo projeto do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Feevale. Decidimos chamar de Catálogo Digital de Detalhamento da Construção, que tem por objetivo elucidar as principais questões que envolvem a representação e a consequente execução dos elementos construtivos e arquitetônicos.

Esperamos que com o CDDC tenhamos a possibilidade de reunir os conhecimentos de representação digital e técnicas construtivas, colaborando com o incremento da qualidade dos projetos desenvolvidos no nosso curso. Lançaremos mão de textos,  imagens, desenhos, e vídeos (entre outros tipos de mídias) para disponibilizar neste site elementos que possam contribuir para  todos os interessados no assunto.

Começaremos com artigos básicos, elaborados a partir das experiências dos professores em sala de aula e/ou laboratórios. A partir disso vamos aumentando a complexidade dos posts e variando os temas conforme as demandas forem surgindo.

Esperamos que vocês gostem da novidade! E não deixem de comentar, pois o feedback é fundamental para o nosso trabalho!

Profª. Caroline Kehl e Prof. Juliano Vasconcellos

Categorias:Notícias Tags: